sexta-feira, 20 de maio de 2016

Sabão de Sal

O sabão com sal diz-se ser muito benéfico para a pele, costuma ser usado como exfoliante, e para  limpeza de energias.Ao adicionarmos diferentes sais, que pode ser sal marinho, sal dos Himalaias... (dizem que não se deve usar sal de epson, porque fica uma mistela mole :P ) temos sempre um produto diferente, mesmo que a base de gorduras seja mesma. Se lhe juntarmos outros aditivos como óleos essenciais, ou plantas vai enriquecer e diferenciar ainda mais. 
Confesso que este é o meu primeiro sabão de sal, nunca senti o "chamamento" :) , até agora. Então resolvi ir pesquisar um bocado pela net, como faço sempre.
Conforme o país, a cultura e as matérias primas disponíveis, as características ideias para um sabão mudam.
Existem algumas "regras" seguidas ou aconselhadas por saboeiros experientes, que podem ou não ser seguidas, até porque sei de algumas formulas de sabão de sal que subvertem quase na totalidade estas ditas regras e ainda assim, ou por essa razão, são excelentes sabões. 
Vou enumerar aqui algumas dessas regras e no fim partilhar esta 1ª experiência. 
Assim, dizem que um sabão de sal:
  1. Devem ser feitos em CP;
  2. Pode ser mais agradável e seguro usar sal mais fino, pedaços de sal grosso podem ferir a pele. Pode ser preferível moer um pouco mais o sal que vai usar;
  3. Deve ter uma percentagem muito maior de óleo de coco, do que a que normalmente se aconselha(em sabões normais apenas até 30%), porque o sal diminui enormemente a quantidade de espuma;
  4. A percentagem de óleo de coco deve ser entre os 70 e os 90 % (mas há saboeiros que fazem com menor % de óleo de coco e outro que fazem com 100% de óleo de coco);
  5. Para compensar esse aumento de óleo de coco deve ter um SE bastante alto (similar aos sabões de coco);
  6. O SE deve ser entre os 10 e os 20 % para compensar a secura ou o excesso de limpeza ou o efeito mordente do óleo de coco saponificado;
  7. A percentagem de sal utilizado pode ser calculado em relação ao peso das gorduras, ou em relação ao peso de sabao: de 50 a 100% do peso (das gorduras ou do sabão) em sal, (mas há saboeiros que usam uma percentagem menor);
  8. O sal deve ser adicionado em traço leve; após este ser adicionado pode começar a engrossar e endurecer muito rapidamente, tenha os moldes prontos;
  9. Pode ser necessário aumentar um pouco a percentagem de óleos essenciais ou de óleos de fragrância, devido à quantidade de sal utilizada, que vai diminuir a performance dos aromas;
  10. O sabão de sal costuma endurecer muito rápido, consoante as percentagens e  gorduras usadas pode estar pronto para desenformar e cortar em 2 horas; pode optar por moldes individuais;
  11. A quantidade de agua utilizada na diluição do hidróxido de sódio varia de saboeira para saboeira, mas em geral concordam com uma concentração por volta dos 32%, embora haja quem utilize a regra da divisão do peso dos óleos por 3, uma outra saboeira utiliza o mesmo valor do peso do hidróxido de sódio em agua (fica uma solução bastante concentrada, principiantes podem ter alguma dificuldade em trabalhar...ou não. :) )
Penso que estas são as "regras" principais para um sabão de sal... abaixo, o PAP  do meu sabao de sal dos Himalaias. 




Importante: Antes de iniciar limpe a bancada de trabalho, coloque o equipamento de segurança e prepare os materiais. Usar recipientes resistentes ao calor, nunca usar alumínio, utilizar utensílios e panela de inox.)

Os ingredientes:
 óleo de coco - 300 g (60%); azeite 175g (35%); óleo de rícino 25g (5%) =  total de gorduras 500 g
sal rosa dos Himalaias: na proporção de  50% do peso das gorduras = 250 g
SE de 20% = 65 g de hidróxido de sódio
Agua 139 g (concentração a 32%)
aditivos opcionais:
óleos essenciais: 20 ml Pau Rosa; 20 ml Gerânio; 5 ml Sandalo
Dióxido de titânio e óxido vermelho (foi a "olhómetro")...  não é a melhor forma de medir...
Eu moí o sal um pouco mais

Pese todos os ingredientes e reserve.

Leve o azeite com o óleo de coco ao lume, dentro de uma panela de inox, em banho-maria, para derreter e aquecer.


Misture o hidróxido de sódio com a água destilada: Deitar o hidróxido de sódio sobre a água (nunca ao contrario) e mexer para misturar e dissolver (cuidado com os vapores libertados nos olhos e não os inalar!). Mexa com uma colher de plástico apropriada ou de inox, até dissolver. A mistura vai aumentar muito de temperatura, mexer para dissolver a soda cáustica. Deixe arrefecer um pouco, até a temperatura estar próxima da das gorduras. 


Deite a solução de hidróxido de sódio na mistura de gorduras e vá mexendo com uma colher



 Com uma varinha mágica vá mexendo a mistura, alternado o “bater electrónico” com um “mexer manual”, 

.até obter uma massa tipo maionese (é o traço).  


Assim que atingir este ponto, misture o dióxido de titânio (previamente diluido num pouco de agua), mexendo com a colher ou ajudar com a varinha para misturar bem.





Junte o sal e mexa

Juntar os óleos essenciais

Diluir o óxido com um pouco de óleo e juntar a uma porção de massa de sabão (antes da adição de sal)

coloquei um pouco de massa colorida de vermelho no fundo dos moldes (usei moldes de silicone, individuais não só por comodidade mas pelo formato)


encher as formas com a massa branca com o sal misturado


deixei um pouco de massa branca que misturei com o resto da massa vermelha


deitei nos outros moldes


Passadas umas 10 horas desenformei (passaram a noite nas formas, mas ainda bem que não tinha que cortar) 

Agora é deixar curar por pelo menos 4 semanas. 
À vista não ficaram nada de especial :P , mas o aroma é muito agradável. 

Actualização (4/7/ 2016)

Já estou a usar. Muito agradável!, O aroma a gerânio, muito semelhante a rosas, uma delicia! A espuma é abundante. Apenas, uma questão de gosto pessoal: na proxima vez vou moer ainda mais o sal. Quase não se nota, mas quero experimentar com o sal moído mesmo muito fino.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Workshop de sabão natural (especial): Uso de plantas medicinais







  • Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds).

  • Este wks é indicado para quem já tem noções de saboaria, conhece o método de saponificação a frio (CP ou Cold process) e pretende fazer uso de plantas medicinais e aromáticas nos seus sabões.
    Vamos abordar temas como:
    - as plantas medicinais mais indicadas vs suas propriedades e indicações;
    -cuidados a ter com as plantas medicinais, na escolha e na sua utilização
    -plantas tóxicas e plantas alergénicas e sensibilizantes
    -métodos de extracção:
    (Infusões, decocções, macerações, sumos, extractos secos, etc)
    -como conservar e usar os extractos
    -como integrar os extractos na fórmula de sabão, percentagens possíveis e influencia no produto final.

    - Potenciar o sabão com óleos essenciais
    -propriedades e indicações de alguns óleos essenciais
    -cuidados a ter com os óleos essenciais, na escolha e na sua utilização
    -óleos essenciais tóxicos, alergénicos e sensibilizantes


    Na parte pratica faremos a demonstração ao vivo da manufactura de sabões usando os conhecimentos adquiridos.

    No próximo dia 9 de Novembro de 2013 em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds).

    Valor: 50 €

    Informações e inscrições através dos seguintes contactos:

    Tel.: 214115529/916786462/961871637

    suntrialquimias@gmail.com

    Email: geral@beholistic.pt

    www.beholistic.pt
    Cada participante terá direito a certificado de participação, a um manual e aos produtos elaborados durante o workshop.
    Material necessário: caneta/lápis e um caderno para algum apontamento, e um saco para levar os produtos/amostras elaboradas no workshop.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Workshop/oficina de óleos de massagem




Sábado, 26/10 de 2013

das 15 horas às 18 horas


onde:
Senhora da Azenha, Rua dos Afoitos, nº 3, Praia das Maçãs, 2705-295 Colares


Como se prepara um óleo de massagem?
E qual o óleo vegetal base mais adequado?
E que óleos essenciais se podem utilizar?
Estas e outras questões serão respondidas neste workshop/oficina. Com a duração de 4 horas, este é um workshop válido e útil para todas as pessoas que pretendam aprender a fazer os seus próprios óleos de massagem. Sejam terapeutas, massagistas ou outros profissionais que na sua actividade utilizem óleos de massagem, ou caso pretenda usá-los para melhorar o bem-estar dos seus familiares, este workshop/oficina vai-lhe ensinar quais os óleos vegetais mais indicados para usar como base, que óleos essenciais usar e como o fazer com segurança.
Conteúdos:

-Óleos vegetais base/óleos carregadores:
-características e propriedades
-Utilização
-Validade e conservação
-Óleos essenciais
-Breve abordagem à aromaterapia
-Propriedades de alguns óleos essenciais
-Precauções com os óleos essenciais no uso e no manuseamento e armazenamento
-Alguns óleos essenciais tóxicos/sensibilizantes/alérgicos
-Percentagem/proporção de óleos carregadores/ óleos essenciais
-Conservação/validade
-Como fazer uma sinergia
-Cuidados a ter na escolha dos óleos essenciais
-Breve abordagem às plantas medicinais e aromáticas.
-Elaboração de um óleo de massagem com a escolha pessoal dos óleos vegetais e essenciais preferenciais a utilizar.

Dia 26/10, às 15 horas, na Praia das Maçãs.

Valor: 35 €
Transportes Publicos: Autocarro da Scotturb, nº 441

Pedidos de informações e inscrições para:
suntrialquimias@gmail.com
contacto@irislican.com

Cada participante terá direito a um manual e ao produto elaborado durante o workshop.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Workshop de Sabão natural de azeite: Banho e corpo. (processo a frio).



Workshop de Sabão natural de azeite: Banho e corpo.
(processo a frio).

Com Florbela Graça: duração: 3 horas (15-18h)
Sábado 19 de Outubro
Quinta dos 7 Nomes, Colares

Actualmente e perante as crescentes certezas dos danos e prejuízos causados pelo excesso de químicos recebidos pelo nosso organismo através da utilização dos variadíssimos sabonetes, géis de banho, champôs e tantos outros produtos cosméticos e de higiene pessoal, produzidos e disponibilizados pela industria químico-farmacêutico, há um retorno às coisas simples, às origens, às raízes.

Com este workshop pretende-se, sob uma abordagem teórica e pratica, que consiga fazer o seu próprio sabão de banho, com ingredientes naturais, em casa, aproveitando esta que é a gordura vegetal mais comum e acessível no nosso pais, o azeite.

Abordaremos questões e conceitos como:

Teoria:
-Breve história do sabão;
O Mediterrâneo e o azeite como matéria-prima: Sabão Beldi, Sabão de Aleppo, Sabão de Marselha e Sabão de Castela.
-Sabão ou sabonete?
-Sabão natural/sabonete de glicerina/sabonete industrial
-Saponificação: o que é um sabão e como limpa (espuma vs limpeza)
-A questão do sabão natural e da soda cáustica
-Medidas de segurança;
-Utensílios

-Ingredientes:
-Gorduras (azeite), soda cáustica, agua destilada, 
-Tabela de saponificação: O que é
-Sobre-engorduramento (SE) ou desconto na soda (DS):
-Moldes e processo de cura.
-Plantas aromáticas e medicinais
-Aditivos (argilas, óleos essenciais vs essências e conservantes)

Prática:
-Demonstração de como fazer um sabão de azeite segundo o método a frio (cold process) e seguindo a receita do sabão de Castela. Cada participante adicionará ao seu sabão os aditivos que preferir (argilas, óleos essenciais, aveia, etc).

O participante tem direito à amostra do sabão de Castela, um manual da parte teórica e do processo e receita em passo a passo e algumas receitas de alguns produtos para fazer o sabão de Castela após curado
https://www.facebook.com/events/407165222717411/?ref=3
inscrições aqui:
http://www.quinta7nomes.com/saboaria.html

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Workshop / Oficina: Sabão Natural - Processo a Frio



  • em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds)
  • O sabão natural é feito a partir de óleos e manteigas vegetais e ou animais, aos quais é adicionado uma solução alcalina para que se dê uma reacção química chamada saponificação (ou seja que as gorduras se transformem em sabão).Assim faziam as “nossas avós” o sabão. A partir da segunda metade do século XX, estes conhecimentos começaram a desvanecer-se à medida que os novos detergentes e sabonetes industriais foram tomando conta mercado, aliviando até a mulher de mais uma tarefa, no seu já atarefado dia-a-dia. Actualmente e perante as crescentes certezas dos danos e prejuízos causados pelo excesso de químicos recebidos pelo nosso organismo através da utilização dos variadíssimos sabonetes, géis de banho, champôs e tantos outros produtos cosméticos e de higiene pessoal, produzidos e disponibilizados pela industria químico-farmacêutico, há um retorno às coisas simples, às origens, às raízes.

    É disso que se trata nesta oficina pratica. Explicar e demonstrar como é que se transforma um azeite, a gordura mais comum no nosso país, em sabão e dele retirar todos os proveitos e benefícios.
    os conteudos do wks de sabão natural é o seguinte: -Workshop/Oficina: Sabão Natural - Processo a Frio
    Vamos aprender a fazer o nosso próprio sabão. Aprender quais as gorduras que se podem usar, os seus benefícios, quais aditivos colocar.
    Abordaremos questões e conceitos como:
    -Breve história do sabão;
    -Como as nossas “avós” faziam o sabão para a barrela;
    -Medidas de segurança;
    -Ingredientes:
    -Gorduras (óleos e manteigas) e soda cáustica;
    -Água destilada e outros liquidos
    -Óleos essenciais/óleos de fragrância
    -Aditivos e conservantes;
    -Tabela de saponificação: como usar;
    - O que é o “sobre-engorduramento” / "desconto da soda"
    -Saponificação, moldes e processo de cura.
    -Usar plantas aromáticas e medicinais na manufacturação de sabões
    - Demonstração de como se faz:

    Prática:
    Sabão natural (processo a frio): Uso pessoal (personalizado)
    Algumas receitas simples e praticas
    Cada participante terá direito a um manual e aos produtos elaborados
    4 h/50€ das 14h às 18h
    No proximo dia 7 de Setembro de 2013, em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds), Horário: Das 14h às 18h.

    Valor: 50 € (inclui manual e amostras de produtos realizados no wks)

    Informações e inscrições através dos seguintes contactos:

    (é necessária confirmação por razões logísticas)

    suntrialquimias@gmail.com (Florbela Graça)

    Tel.: 214115529/916786462/

    961871637

    Email: geral@beholistic.pt

    www.beholistic.pt

    Os participantes têm direito a um manual e a amostras dos produtos elaborados durante o workshop. Em relação a material que precisem levar será: caneta/lapis e um caderno para algum apontamento, e um saco para levar os sabões amostras (que irão acondicionados numas caixinhas), pode se quiser trazer um paninho da 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Wks sabão natural (especial): Uso de plantas medicinais



  • Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds).
  • Wks sabão natural (especial): Uso de plantas medicinais
    Este wks é indicado para quem já tem noções de saboaria, conhece o método de saponificação a frio (CP ou Cold process) e pretende fazer uso de plantas medicinais e aromáticas nos seus sabões.
    Vamos abordar temas como:
    - as plantas medicinais mais indicadas vs suas propriedades e indicações;
    -cuidados a ter com as plantas medicinais, na escolha e na sua utilização
    -plantas tóxicas e plantas alergénicas e sensibilizantes
    -métodos de extracção:
    (Infusões, decocções, macerações, sumos, extractos secos, etc)
    -como conservar e usar os extractos
    -como integrar os extractos na fórmula de sabão, percentagens possíveis e influencia no produto final.

    - Potenciar o sabão com óleos essenciais
    -propriedades e indicações de alguns óleos essenciais
    -cuidados a ter com os óleos essenciais, na escolha e na sua utilização
    -óleos essenciais tóxicos, alergénicos e sensibilizantes


    Na parte pratica faremos a demonstração ao vivo da manufacturação de sabões usando os conhecimentos adquiridos.

    No próximo dia 28 de Julho de 2013 em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds).

    Valor: 50 €

    Informações e inscrições através dos seguintes contactos:

    Tel.: 214115529/916786462/961871637

    suntrialquimias@gmail.com

    Email: geral@beholistic.pt

    www.beholistic.pt
    Cada participante terá direito a certificado de participação, a um manual e aos produtos elaborados durante o workshop.
    Material necessário: caneta/lápis e um caderno para algum apontamento, e um saco para levar os produtos/amostras elaboradas no workshop.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Workshop/Atelier cosmética caseira nivel I




Bases teóricas:
Noções básicas de cosmética
Pele e estruturas da pele
Tipos de pele
Alguns problemas mais comuns que afectam a pele
Conselhos para melhorar a pele através da modificação de hábitos nocivos e introdução de hábitos saudáveis.
Óleos e manteigas vegetais
Propriedades e indicações em cosmetica
Óleo essenciais
Cuidados a ter na manipulação de OE
Propriedades e indicações em cosmética
Cuidados na manufactura de cosméticos caseiros
Higiene
Conservação e validade
Cuidar da pele:
Limpar
Tonificar
Hidratar
Alimentar
Receitas de alguns cosméticos simples e fáceis de fazer

Parte pratica
Vamos fazer alguns cosméticos simples e faceis

No próximo dia 7 de julho de 2013 em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds).

Valor: 50 €

Informações e inscrições através dos seguintes contactos:

Tel.: 214115529/916786462/961871637

suntrialquimias@gmail.com

Email: geral@beholistic.pt

www.beholistic.pt
Cada participante terá direito a certificado de participação, a um manual e aos produtos elaborados durante o workshop.
Material necessário: caneta/lápis e um caderno para algum apontamento, e um saco para levar os produtos/amostras elaboradas no workshop. 


 https://www.facebook.com/events/389766131140665/

terça-feira, 14 de maio de 2013

Resposta a uma iniciante na saboaria: uma ajuda a formular um sabão ...


Recebi um pedido de exclarecimento sobre uma formula de sabão que tenho num dos blogs. Apos uma troca de mensagens , resolvi dar uma ajudinha.Bastante pequena e singela, mas espero saia daqui um bom sabão (atenção que não a experimentei! ) ;)
Embora nós aqui tenhamos um facil acesso a azeite, relativamente barato, às vezes vivemos em sitios onde este oleo vegetal é mais caro.


" :) o oleo de coco em si, puro é diferente do sabão de coco. Extremamente suave e nutritivo em oleo puro, quando saponificado não tem as mesmas qualidades. O  sabão 100 de oleo de coco não é um sabão muito aconselhado para banho pois a  sua acção de limpeza é demasiado mordente e resseca a pele. Por outro lado o seu alto conteudo de acidos gordos  nomeadamente o lauritico faz com que seja o oleo mais usado para dar espuma (dizem que faz espuma até na agua salgada!) Para lavagens e lipezas é um dos melhores sabões.  No sabão cosmetico,usa-se normalmente cerca de 20% do total de gorduras (em 500g de gorduras , 100 g será de  oleo de coco) ...dependendo dos outros oleos da formula, pode-se usar até 30%. O oleo de palma é rico em acido palmitico e esteárico, que vai dar principalmente dureza ao sabão. A percentagem do oleo de palma costuma ser também cerca de 20% a 30%.  Há receitas que levam mais percentagem de ambos estes oleos, não deixa de ser sabão natural, mas eu prefiro um sabão mais suave com mais azeite. Dos outros oleos, qualquer um pode ser usado (milho, girassol, grainha de uva, sesamo, abacate, amendoas, etc) mas tirando o azeite qualquer destes deve ser usado apenas entre 5, até 30% pq a maior parte deles torna o sabão mais mole. O oleo de girassol, realtivamente barato e de facil acesso (dependendo do tipo de óleo refinado ou não/ de mesa ou para fritar), ajuda a tornar mais suave um sabão em que estejam presente maiores percentagens de  oleo de coco e de palma, como é este caso


100 g de coco )espuma, dureza, acção de limpeza)
150 de oleo de palma (dureza e consistencia da espuma)
200g de azeite (suavidade e nutrição )
50 g de girassol (suavidade e nutriçaõ)
soda 69 g (SE= 5%)
agua 148g (concentração 32%)

indices segundo a calc, mendrulandia:
dureza 50 (em geral gosto de um dureza maiorpara poder usar infusões, sumos ou o azeite macerado. neste caso aconselho o uso de agua destilada pura, para que não se corra o risco de a barra ficar mole)
espuma(bolhas) 50
persistencia (da espuma) 48
limpeza 52 (pessoalmente gosto de um indice menor, mas com o oleo de palma e sem cera de abelha torna-se mais dificil de baixar)
condicionado 48 (aqui prefiro maior, mas de qualquer modo é um sabão bom para o corpo)








Outra formula possivel podia ser esta:

oleo de coco 101 g
oleo de palma 196g
azeite 101 g
oleo de  girassol  88g
soda 68 g (SE= 5%)
agua 145g (concentração 32%)

 indices segundo a calc, mendrulandia:
dureza 50 (em geral gosto de um dureza maior para poder usar infusões, sumos ou o azeite macerado. neste caso aconselho o uso de agua destilada pura, para que não se corra o risco de a barra ficar mole)
espuma(bolhas) 50
persistencia (da espuma) 50
limpeza 50
condicionado 49
os indices estão todos de cor verde o que significa q são os indices "ideiais"

Workshop/oficina de pomadas e unguentos com plantas medicinais



Workshop/oficina de pomadas e unguentos com plantas medicinais

No próximo dia 16 de Junho de 2013 em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds).

Das 14h às 18h

Como se faz um óleo macerado?
... Como se preparam as plantas?
E que plantas e óleos essenciais se podem utilizar?
E qual o óleo vegetal base mais adequado?
... E como se faz uma pomada? …
Como fazer uma tintura?
Quantas vezes tem feito estas perguntas?
Clarificar estas e outras questões será o intuito desde workshop.
Com a duração de 4 horas, este é um workshop válido e útil para todas as pessoas que pretendam resgatar velhas técnicas, aliados à tradição oral e às novas descobertas, aprender a utilizar as plantas medicinais sob a forma de pomadas e unguentos. Sejam terapeutas, massagistas ou outros profissionais que na sua actividade sintam a necessidade da sua utilização, ou caso pretenda usá-los para melhorar o bem-estar dos seus familiares, este workshop/oficina vai-lhe ensinar quais os óleos vegetais mais indicados para usar como base, que quais as plantas e óleos essenciais que podem usar e como o fazer com segurança.
Para além disso, vamos também aprender a fazer uma tintura, para potenciar o produto final e elaboraremos uma pomada ao vivo para perceber todo o processo.

Conteúdos:

-Pomadas vs unguentos: definição e um pouco de historia
-Tipos gorduras base/Óleos vegetais, ceras e manteigas
-características e propriedades
-Utilização
-Validade e conservação
-Plantas aromáticas e medicinais:
-Identificação através do nome científico vs nome popular
-Propriedades e usos de algumas plantas
- Maceração em óleo/azeite:
-A frio e a quente
-Modo de preparação
-Breve abordagem aos óleos essenciais
-Preparação de tinturas
-Preparação da planta
-Tipos de álcool e grau
-Modo de preparação
-Fazer pomadas e unguentos
-Metodologia
-Validade e conservação
-Elaboração de uma tintura.
-Elaboração de uma pomada ao vivo para perceber todo o processo, recorrendo a óleos macerados, tintura e óleos essenciais, específicos para dada condição.

No próximo dia16 de Junho de 2013 em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds).

Valor: 50 €

Informações e inscrições através dos seguintes contactos:

Tel.: 214115529/916786462/961871637

suntrialquimias@gmail.com

Email: geral@beholistic.pt

www.beholistic.pt

Cada participante terá direito a certificado de participação, a um manual e aos produtos elaborados durante o workshop. 

Material necessário: caneta/lápis e um caderno para algum apontamento, e um saco para levar os produtos/amostras elaboradas no workshop.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Workshop / Oficina: Sabão Natural - Processo a Frio

  • em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds)
  • O sabão natural é feito a partir de óleos e manteigas vegetais e ou animais, aos quais é adicionado uma solução alcalina para que se dê uma reacção química chamada saponificação (ou seja que as gorduras se transformem em sabão).Assim faziam as “nossas avós” o sabão. A partir da segunda metade do século XX, estes conhecimentos começaram a desvanecer-se à medida que os novos detergentes e sabonetes industriais foram tomando conta mercado, aliviando até a mulher de mais uma tarefa, no seu já atarefado dia-a-dia. Actualmente e perante as crescentes certezas dos danos e prejuízos causados pelo excesso de químicos recebidos pelo nosso organismo através da utilização dos variadíssimos sabonetes, géis de banho, champôs e tantos outros produtos cosméticos e de higiene pessoal, produzidos e disponibilizados pela industria químico-farmacêutico, há um retorno às coisas simples, às origens, às raízes.

    É disso que se trata nesta oficina pratica. Explicar e demonstrar como é que se transforma um azeite, a gordura mais comum no nosso país, em sabão e dele retirar todos os proveitos e benefícios.
    os conteudos do wks de sabão natural é o seguinte: -Workshop/Oficina: Sabão Natural - Processo a Frio
    Vamos aprender a fazer o nosso próprio sabão. Aprender quais as gorduras que se podem usar, os seus benefícios, quais aditivos colocar.
    Abordaremos questões e conceitos como:
    -Breve história do sabão;
    -Como as nossas “avós” faziam o sabão para a barrela;
    -Medidas de segurança;
    -Ingredientes:
    -Gorduras (óleos e manteigas) e soda cáustica;
    -Água destilada e outros liquidos
    -Óleos essenciais/óleos de fragrância
    -Aditivos e conservantes;
    -Tabela de saponificação: como usar;
    - O que é o “sobre-engorduramento” / "desconto da soda"
    -Saponificação, moldes e processo de cura.
    -Usar plantas aromáticas e medicinais na manufacturação de sabões
    - Demonstração de como se faz:

    Prática:
    Sabão natural (processo a frio): Uso pessoal (personalizado)
    Algumas receitas simples e praticas
    Cada participante terá direito a um manual e aos produtos elaborados
    4 h/50€ das 14h às 18h
    No proximo dia 2 de Junho de 2013, em Algés, Rua Damião de Góis, nº 34 - 1º Esq. (perto da Estação dos Autocarros, ao lado do MacDonalds), Horário: Das 14h às 18h.

    Valor: 50 € (inclui manual e amostras de produtos realizados no wks)

    Informações e inscrições através dos seguintes contactos:

    (é necessária confirmação por razões logísticas)

    suntrialquimias@gmail.com (Florbela Graça)

    Tel.: 214115529/916786462/

    961871637

    Email: geral@beholistic.pt

    www.beholistic.pt

    Os participantes têm direito a um manual e a amostras dos produtos elaborados durante o workshop. Em relação a material que precisem levar será: caneta/lapis e um caderno para algum apontamento, e um saco para levar os sabões amostras (que irão acondicionados numas caixinhas), pode se quiser trazer um paninho da louça ou algo similar, para envolver as caixinhas, podem trazer.

terça-feira, 7 de maio de 2013

Workshop óleos macerados, cremes e pomadas com plantas medicinais para mamãs e bebes



·                                  
o                                                        Sábado, 25 de Maio de 2013
o                                                       
15:00 até 18:00
·                                  
Rua Francisco de Sá Carneiro, Lt F15 c/v B, 2725-317 Mem-Martins219165493
·                                  

Como se faz um óleo macerado? E qual o óleo vegetal base mais adequado? E que plantas se podem utilizar? ... Como se preparam as plantas? ... E como se faz uma pomada? … e um creme? que tipo de ceras usar? Quais as proporções adequadas?
Conteúdos:
-Tipos gorduras base/Óleos vegetais e manteigas
-características e propriedades
-cera de abelha e ceras vegetais
-Validade e conservação 
-Plantas aromáticas e medicinais:
-Identificação através do nome científico vs nome popular
-Propriedades e usos de algumas plantas
- Maceração em óleo/azeite:
-A frio e a quente
-Modo de preparação
-Fazer pomadas, unguentos e cremes. 
-Metodologia
-Validade e conservação
-Varias receitas praticas e eficazes para varios fins
Pratica: Manufactura de uma pomada ao vivo, com indicações das varias possibilidades finais.

Valor: 35€
Os participantes tem direito a um manual e aos produtos elaborados no wks
informações e inscrições para: suntrialquimias@gmail.com